domingo, 9 de março de 2008

Rosso di Altesino - 2003 e Brunello de Montalcino di Altesino - 2002

Altesino é um nome de destaque na região da Toscana, na Itália. Ele é considerado um dos melhores produtores do vinho Brunello de Montalcino, feito com a uva Sangiovese. Já obteve a cotação máxima do crítico de vinhos mais famoso e influente do mundo, Robert Parker, além de vir sendo destaque freqüente na mais respeitada revista sobre o assunto, a Wine Spectator.

Tive, esta semana, a oportunidade de provar dois bons vinhos desse produtor. Um deles foi o Rosso di Altesino, 2003. O outro foi próprio Brunello de Montalcino, da safra de 2002. O primeiro deles me agradou muito, inclusive mais do que o Brunello. O Rosso é o que eu costumo chamar de intrigante, pois aroma quase não corresponde ao gosto. Tem cheiro marcante de frutas e baunilha. Na boca deixa marcas de frutas secas e terra. Sua persistência é média. Está custando R$ 62 no Club do Vin - Recife (em promoção).

O Brunello também tem aroma frutado. É leve e sua persistência é média. Na boca, lembra caramelo e dá bem para sentir a madeira. A minha impressão é que se tivesse respirado um pouco mais, talvez ficasse melhor. Mas percebe-se que é um grande vinho, elaborado com muito cuidado. É um vinho caro, porém quem tiver a fim de encarar o preço, não vai se decepcionar. No Club do Vin está por R$ 204 (em promoção). Na minha opinião, o Rosso di Altesino é a melhor escolha (tanto pelo valor quanto pela qualidade).