sexta-feira, 4 de abril de 2008

Obikwa Shiraz - 2005

A primeira coisa que me veio à cabeça quando abri uma garrafa do sul-africano Obikwa Shiraz 2005 foi que se tratava de um vinho diferente, meio selvagem. Na verdade ele é um vinho bastante potente mas que tem equilíbrio, combinando na boca notas doces com pimenta e carvão.

Sua persistência deixa marcas acentuadas de pimenta e especiarias. Na taça percebe-se um vermelho bem fechado e escuro, deixando compridas lágrimas. Na minha opinião, o vinho deve ser decantado antes de consumido, pois apresenta algumas partículas.

Além disso, ao abrir a garrafa, o aroma ainda está um tanto fechado. Tem graduação alcoólica de 14,5%. Acho que cai bem nos dias mais frios, diferente da noite em que nós o degustamos. A sugestão de acompanhamento é para pratos marcantes, como carnes e queijos mais fortes.

No Recife, no RM Express, está custando R$ 20,10. Tem um rótulo bem colorido e diferente.

3 comentários

Anônimo disse...

gostei muito do oracle cabernet sauvignon. quando puder prove.
R.F

Anônimo disse...

O Obikawa pode impressionar os principiantes. Mas, na verdade, é um péssimo vinho. Álcool puro. E muita, muita mesmo, madeira.

Fabiana Gonçalves disse...

Definitivamente não é um vinho para principiantes, pois quando se está iniciando no mundo do vinho normalmente os mais suaves e menos tânicos é que são apreciados. Neste, a madeira não estava tão presente como foi citado pelo (a)colega aí acima.