quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Casa Lapostolle Cabernet Sauvignon – 2006

Fazer vinhos que integrassem características do Novo e do Velho Mundo. Esta foi a intenção da família francesa Marnier-Lapostolle ao criar, em 1994, no Chile, a Casa Lapostolle. O Cabernet Sauvignon traduz justamente isso. Produzido na região do Vale do Rapel, este é um vinho potente, com teor alcoólico de 15%. Em sua composição, além da cepa Cabernet Sauvignon (85%) está a Carmenère (15%). Na taça é escuro, de cor rubi com reflexos violáceos. Seus aromas vão desde amoras e compotas a notas herbáceas e tostado, sentindo-se a presença elevada do álcool. Seco e encorpado, mostra taninos de boa qualidade. Mantém na boca as mesmas impressões sentidas no nariz, porém sem a interferência do álcool. Tem média persistência. É um vinho que ainda está jovem e pode ser guardado ainda por mais 10 ou 15 anos. É importado pela Mistral, onde custa R$ 37,13. No Recife, pode ser encontrado no Club Du Vin (consulte endereço).