quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Susana Balbo apresenta suas criações

Colaboração de Aline Feitosa
do Caderno Viver/Diario de Pernambuco


Uma das mais respeitadas enólogas argentinas esteve na última segunda-feira no Recife. Em viagem pelo Brasil, por meio da Cantu importadora, ela passou pela cidade para apresentar os mais seletos vinhos de sua vinícola, a Domínio del Plata. Localizada na região de Mendonza, mais precisamente em Agrelo, a vinícola é um bem-sucedido projeto familiar onde Susana cuida de vinificação e o marido, Pedro Marchevsky, administra os vinhedos. A apresentação dos rótulos ocorreu no restaurante Mingus, em Boa Viagem.

Em evento fechado para poucos clientes e convidados, o restaurateur Nicola Sultanum preparou um cardápio especial para harmonizar com a carta de vinhos selecionados. O jantar foi aberto com uma salada de camarão pochê e couscous marroquino, ao lado de uma salada verde. Para acompanhar, Susana apresentou o Crios Torontés, produzido com uvas brancas. Muito aromático, com notas de frutas como maça, limão e pêssego, é feito com 50% de uvas Syrah (com vinhedos de 8 anos) e 50% Bonarda (com vinhedos com 36 anos). Antes de ser engarrafado, repousa por nove meses em barricas de carvalho.

Como ocorre na maioria das degustações de vinhos, o último vinho oferecido é aguardado com expectativas. O foco da noite estava voltado para a série de vinhos que levam o nome da enóloga, mais especificamente para o Susana Balbo Brioso (foto). Foi com este rótulo que Susana comprovou sua fama criativa, ao trabalhar com variedades de Cabernet Sauvignon (65%), Malbec (15%), Cabernet Franc (10%), Petit Verdot (5%) e Merlot (5%).

“Esse vinho mostra taninos bem masculinos e traz uma aroma concentrado de frutos do bosque e pimentas”, falou sobre sua criação, mas também ressaltando que a bebida necessita de uma tempo na taça para evoluir e mostrar suas qualidades. Cresceu muito em sabor quando degustado com o filé de cordeiro ao estragão e batatas gratinadas. O Brioso foi servido paralelamente ao Susana Malbec, mais suave na boca, com uma mistura que desperta para frutas, flores, chocolate, baunilha e caramelo, porém não tão marcante quanto o Brioso - impressionante por sua cor avermelhada e brilhante e pelo preço da garrafa: R$ 250.

Os vinhos da Dominio del Plata permanecerão na carta do Mingus e Nicola Sultanum continuará sugerindo harmonizações com pratos da casa. Informações: (81)3465-4000.