quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Prova Esporão Crasto – 3ª parte

A terceira parte da prova Esporão Crasto, promovida no Recife pela LD - Licínio Dias Importação deu espaço para os monovarietais (vinhos elaborados com uma só uva), fechando com um rótulo que para mim foi um dos melhores da degustação: o Esporão Private Selection, feito com as castas Alicante Bouschet e Aragonês.

Confira os rótulos provados:

Alicante Bouschet – 2004
Vinho interessante, com coloração rubi bem viva e reflexos violáceos. Os aromas são de frutos vermelhos e couro. Seu sabor também é frutado, com bom equilíbrio de madeira. Tem 14,5% de álcool e passou seis meses em barricas de carvalho americano e francês, mais seis meses em garrafa antes de sair para o mercado.



Aragonês – 2004
Este é um rótulo mais robusto, com boa persistência na boca. No nariz sugere aromas de compotas, com um leve toque de madeira. Taninos bem presentes na boca. Segundo o enólogo Luiz Patrão, acompanha bem carne de porco. A bebida passou seis meses em carvalho francês e seis meses em garrafa.



Syrah – 2004
Cor viva e concentrada na taça, com notas de chocolate, menta e tostados no nariz. É um vinho encorpado, com sabor de frutas vermelhas. Estagiou seis meses em barricas de carvalho americano e francês, mais seis meses em garrafa. Seu teor alcoólico é de 14,5%.




Touriga Nacional – 2004
De coloração violeta, este vinho tem ótima intensidade aromática, com notas florais, de tabaco e frutos silvestres. Na boca é elegante, mantendo o toque floral e boa persistência. Representa bem a tipicidade da casta Touriga Nacional. A graduação alcoólica é de 14% e o envelhecimento foi de 18 meses em barricas novas de carvalho francês.



Trincadeira – 2004
Feito com a casta mais importante do Alentejo, a Trincadeira, este vinho mostra bem as características dessa uva, com aromas florais e de ameixa, com um leve toque de baunilha. Encorpado e com bom equilíbrio, os seus sabores remetem a frutas vermelhas maduras. Sua coloração é rubi e o teor alcoólico é de 14,5%.



Esporão Private Selection Garrafeira – 2004
Um vinho muito bom, elaborados com as castas Alicante Bouschet e Aragonês provenientes dos melhores lotes de 600 hectares próprios, com vinhas de 30 anos. O Garrafeira estagiou 18 meses em carvalho francês novo, repousando mais 18 meses em garrafa antes de ser comercializado. Tem coloração granada e aroma complexo, envolvendo frutas maduras, especiarias e tabaco. O sabor é rico, concentrado, com taninos macios e final longo. Tem 14,5% de álcool.

3 comentários

AVALIADOR DE VINHOS disse...

Seria possível, Fabiana, informar o preço desses vinhos?

Abraço!

Fabiana Gonçalves disse...

Eles não forneceram tabela de preços durante o evento.Os portugueses não passaram informação precisa sobre os preços. Mas vou tentar com o distribuidor. Sempre que posso, informo os valores.

Grande abraço!

O Deus do Vinho disse...

Oi Fabiana...

escrivinhando....rsss
(sempre acho engraçado isso...)

Esporão foi uma das melhores esperiências que tive com os portu
gueses até agora.

Em particular:

Vinho da Defesa Rosé: excelente!
Alandra: acima da média para o dia-a-dia
Esporão Reserva: sem comentários!
;o)

abs!
Alexandre