quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

San Telmo Malbec – 2008

Eis a minha primeira avaliação entre os rótulos provados na Argentina. Muitos de vocês devem ter conhecido o San Telmo com o antigo rótulo, no qual vinha estampado um casal de dançarinos de tango. Hoje seu visual está mais limpo e sóbrio. Trata-se de um vinho jovem, porém muito agradável. Apesar de ter pago 35 pesos (cerca de R$ 26) no famoso e agradável Café Tortoni, o mesmo rótulo pode ser encontrado por de 13,50 pesos (cerca de R$ 10) em um mercadinho da Calle Perón, onde nos hospedamos.

A coloração da bebida é rubi e seu corpo é médio. Os taninos ainda estão bem jovens, mas percebe-se que é um vinho que vai melhorar com o tempo. Frutas vermelhas maduras, como a ameixa, marcam o sabor. O final de boca tem um interessante ardor, com característica de especiarias. Um vinho simples, mas altamente recomendável. Elaborado em Mendoza, tem 13,5% de álcool.

Classificação: Bom.
Faixa de preço: Na Argentina, de 35 a 13,50 pesos (cerca de R$ 26 a 10).

1 comentário

Cristiano Dias disse...

pena só ter acessado novamente seu site depois que você viajou para a Argentina. Passei os últimos 2 anos viajando com boa frequência para lá, conheci alguns vinhos que gostei bastante e gostaria muito que pudesse tê-los avaliado. De qualquer forma, peço para se puder, avalie algum dia o Trumpeter Malbec, O Saint Felicien Cabernet Sauvignon de Catena Zapata, Luigi Bosca Malbec DOC, e o buenisimo e barato Bodegas Lopez (custo benefício excepcional - pouco vejo esse vinho por aqui). Um abraço!!!