quarta-feira, 8 de julho de 2009

Carinae Malbec - 2006

Já tinha tido boas referências sobre este vinho, mas, definitivamente, ele não me surpreendeu muito. Elaborado com a supervisão do super enólogo Michel Rolland, em Mendoza, pela Carinae Viñedos e Bodega, sua produção foi de apenas 7 mil garrafas nesta safra.

O vinho tem cor rubi, aromas predominantes de frutas vermelhas maduras e um leve caráter animal. Na boca é seco e mantém o frutado, com toques de especiarias e defumado. Não segui a recomendação do rótulo de decantá-lo por uma hora, pois tomei em um restaurante (Pantagruel, no Recife). Talvez isso realmente melhore o vinho. Tem pouca persistência e já deve ser bebido, pois suporta apenas mais uns dois anos de guarda.

Classificação: Bom
Faixa de preço: R$ 35 (No restaurante, R$ 50)
Onde encontrar: No Recife, na Vinhos Recife.

1 comentário

Anônimo disse...

acredite, a recomendação do rótulo faz toda a diferença, mas infelizmente no contexto do restaurante fica difícil esperar o tempo recomendado para decantar o vinho...

tive a oportunidade de conhecer a Bodega em Mendoza, realmente uma bodega boutique familiar, e soube que eles são assessorados por enólogos discípulos de MRolland. não sei se é menos ruim (não curto essa padronização do gosto) mas o vinhos produzidos por proprietários franceses em solo argentino são muito bons.

ainda tem um papo sobre o nome, que Carinae significa 'de Carina' que é o nome da constelação que fica sobre Mendoza. papo de Mkt ou não, os detalhes dos gargalos com estampas de constelações são lindos!

o Malbec Gran Reserva vale todo o esforço, notas de chocolate incrĩveis na ultima vez que o bebi!

saudações enófilas,
alain

twitter.com/alaingles