quinta-feira, 4 de março de 2010

Vinícolas Casa Marin e San Esteban relatam situação depois do terremoto no Chile

As vinícolas chilenas Casa Marin (foto) e San Esteban, que distribuem vinhos para o Brasil através da Vinea, deram notícia sobre a situação após o terremoto que atingiu o país.

Na Casa Marin, localizada em San Antonio, as perdas foram somente materiais. A sede está interditada e com rachaduras. A bodega não sofreu grandes danos, apenas a perda de aproximadamente 400 litros de vinho de tanques que se romperam.

Nícolas Marin, filho da proprietária Maria Luz Marin, afirmou que no escritório da empresa os telefones não estão funcionando e não há eletricidade. A vinícola está funcionando à base de gerador.

Segundo ele, as perdas não são nada, comparadas às de outras vinícolas do país.

Já a San Esteban, localizada no Vale de Aconcágua, informou que a região não foi afetada por estar a mais de 500 km do epicentro do terremoto. Lá estão todos bem e não houve danos às vinícolas.

1 comentário

SiC disse...

humm ja sei. os vinhos chilenos vam subir de preço...