terça-feira, 20 de julho de 2010

Vinhos do Brasil: Vinícola Perini

A quarta vinícola visitada durante o Projeto Imagem, promovido no início deste mês pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), foi a Perini – uma das maiores do país em volume produzido.

Fomos recebidos por Pablo Perini, gerente de marketing, que nos mostrou a vinícola, localizada no Vale do Trentino, na Serra Gaúcha, e fundada em 1970 por Benildo Perini.

Atualmente, a empresa possui 92 hectares de vinhedos próprios, sendo uma das primeiras vinícolas a utilizar o sistema de condução de espaldeiras em “Y”, que proporciona mais arejamento e ensolação na plantação. Além disso, as videiras são européias e certificadas.

Sua produção é de 9 milhões de litros anuais, entre suco de uva, espumantes, vinhos finos, de mesa e grappa. A empresa também tem investido em tecnologia e possui modernos equipamentos, como tanques de fermentação rotativos.

Além do suco de uva, branco e tinto, que são deliciosos, provamos alguns vinhos durante a visita, acompanhados de um belo jantar com a família Perini.

Confira:

Casa Perini Chardonnay – 2007

Este branco elaborado 100% com a casta Chardonnay tem cor amarelo clara com traços esverdeados. Na rolha, de cortiça, pudemos observar a formação de cristais de bitartarato – elementos desencadeados pelo frio.

O aroma é cítrico, com leve toque de baunilha. Na boca, apresenta sabor que lembra maçã, com boa acidez e frescor.

Parte da bebida (40%) passou por barricas de carvalho francês e americano por dois meses. A graduação alcoólica é de 13%.

Classificação: Bom.

Casa Perini Marselan – 2007

O vinho é feito com a uva Marselan, que é um cruzamento entre as variedades Cabernet Sauvignon e Grenache-Noir. Tem coloração rubi, com reflexos violáceos.

Os aromas são de frutas silvestres e groselha. É um vinho de corpo leve e ligeiro, feito para o dia-a-dia.

Vinho de coloração intensa, boa estrutura com taninos macios. Apresenta aromas delicados de frutos vermelhos como framboesa.

Classificação: Regular/Bom

Casa Perini Tannat – 2002

É um vinho com coloração rubi bem escura e brilhante, com aromas que trazem notas de frutas vermelhas maduras, mentolado e caráter animal.

Na boca, se mostra bem seco, com médio corpo e taninos bem presentes, causando uma certa adstringência. É um vinho que vai bem acompanhando comida, principalmente carnes vermelhas e pratos condimentados. Tem 13% de teor alcoólico.

Classificação: Bom.