quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Aurora apresenta seleção de vinhos e espumantes no Recife

Dez rótulos da Cooperativa Vinícola Aurora foram apresentados na última terça-feira (10) no Recife, em um encontro para convidados realizado no restaurante Spettus Steak House, em Boa Viagem.

À frente do evento, o gerente regional de vendas da empresa gaúcha, Claimar Trucolo, a assessora de imprensa da vinícola e especialista em vinhos, Débora Ramos, e o representante da marca no Recife, Rui Dantas.

A intenção do encontro foi apresentar rótulos premiados da vinícola, num bate-papo informal que também envolveu informações sobre a produção e planos da empresa.

Considerada a maior vinícola do país, a Aurora também é empresa do setor com o maior número de premiações no Brasil e no exterior . Atualmente, processa cerca de 50 milhões de quilos de uva por ano, destinadas à produção de vinhos finos, de mesa, fortificados, sucos de uva e coolers.

Localizada em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, a cooperativa conta hoje com mais de 1.100 famílias de agricultores associados, que cultivam uma área total de 4.300 hectares de terras.

A Aurora produz 38 milhões de litros anuais de vinhos e conta com capacidade de estocagem superior a 70 milhões de litros. A empresa, que no ano que vem completa 80 anos de fundação, possui um Centro Tecnológico de Viticultura no município de Pinto Bandeira, também na Serra Gaúcha. O local, que foi concebido para pesquisas, hoje possui uma parcela de vinhedos equivalente a 15 hectares onde produz as variedades Pinot Noir, Chardonnay e Riesling. O restante da plantação é de vinhedos experimentais.

De acordo com Débora Ramos, o Centro Tecnológico será transformado, daqui a mais ou menos dois anos, em uma cave para elaboração de espumantes através do método Champenoise (tradicional), com segunda fermentação da bebida na garrafa. As uvas que estão sendo cultivadas no local serão utilizadas na produção desses rótulos. “Não somos líderes em espumantes, mas estamos focando nisso”, revela. Atualmente, os espumantes representam 30% da produção da Aurora.

Confira a seguir, os vinhos e espumantes provados durante o evento:

Espumante Conde de Foucald Brut

Um espumante simpático e com ótimo custo-benefício. É produzido através do método Charmat curto, com fermentação em tanques de inox, com as uvas Riesling e Semillon.

Tem cor amarelo palha com reflexos esverdeados e perlage fina, apresentando bolhas finas, em boa quantidade e persistência. A graduação alcoólica é de 11,5%.

Apresenta aromas de frutas cítricas e damasco. Na boca, tem boa acidez e mostra a doçura da variedade Semillon.

Classificação: Muito bom.
Preço médio de mercado: R$ 16

Espumante Marcus James Brut

Também produzido pelo método Charmat, este espumante pertence à consagrada linha de vinhos Marcus James. Tem na composição as cepas Chardonnay e Riesling, com 11,% de teor alcoólico.

Sua coloração é amarelo palha brilhante e mostra na taça uma perlage delicada e duradoura.

No nariz, traz toques adocicados. Já na boca, mostra notas de frutas secas, panificação e leve mineral, com um caráter mais seco.

Classificação: Muito bom
Preço médio de mercado: R$ 18

Espumante Aurora Prosecco

É elaborado pelo processo Charmat, somente com uvas Prosecco. Tem cor clara, com reflexos esverdeados e perlage de média persistência. É bastante vivo no nariz, demonstrando aromas que lembram tutti-frutti.

Trata-se de um espumante festivo, com boa acidez e cremosidade. Sua graduação alcoólica é de 12%

Classificação: Bom
Preço médio de mercado: R$ 23


Espumante Aurora Brut Chardonnay

Este espumante, elaborado 100% com a casta Chardonnay, segundo Débora Ramos, “rivaliza” com o Aurora Moscatel em termos de conquista de premiações. Seu método de produção é o charmat longo, com maior tempo de contato com as leveduras. O vinho base passou três meses em carvalho.

É um vinho muito elegante na taça, que mostra uma duradoura coroa de espuma, além de finas bolhas de gás carbônico, em ótima quantidade.

Os aromas são minerais e de fermento. Gostoso na boca, revela acidez equilibrada e boa persistência. Tem 12% de álcool.

Classificação: Excelente
Preço médio de mercado: R$ 28

Espumante Aurora Brut Pinot Noir

A bebida é feita exclusivamente da uva tinta Pinot Noir, vinificada em branco, também pelo método charmat longo. A cor é amarelo claro, com bolhas finas e persistentes.

Os aromas mostram frutas silvestres, como o morango, além da presença de leveduras. É um espumante com ótima presença de boca, boa acidez e cremosidade. Enfim, uma bebida elegante e muito prazerosa.

A graduação alcoólica é de 12%.

Classificação: Excelente
Preço médio de mercado: R$ 28

Espumante Aurora Moscatel

Para fechar a sequencia de espumantes, foi servido este que é o mais premiado da vinícola. O tipo de vinificação é o Asti, com fermentação interrompida para que a maior parte do açúcar se mantenha residual e não se transforme em álcool.

É um espumante de coloração amarelo claro, com perlage perfeita. Exala aromas de maçã vermelha e tutti-frutti. Tem ótima cremosidade na boca e doçura na medida certa.

Classificação: Excelente/Excepcional
Preço médio de mercado: R$ 18

Aurora Reserva Chardonnay - 2010

Elaborado 100% com uvas brancas Chardonnay, este vinho estagiou cerca de quatro meses em barris novos de carvalho francês. A cor é amarelo palha com traços esverdeados.

No nariz, apresenta frutas brancas, como melão, notas herbáceas e algo que lembra maresia. No paladar revela boa acidez e leve baunilha, devido à passagem pela madeira. O teor alcoólico é de 12,5%.

Classificação: Bom
Preço médio de mercado: R$ 25

Aurora Varietal Pinot Noir – 2010

O melhor custo-benefício da degustação. Feito exclusivamente com a casta Pinot Noir, este vinho mostra cor rubi bem clara, brilhante e transparente, características da uva.

Os aromas são de frutas vermelhas frescas, como morangos e amoras. Na boca, é leve, fresco e delicado. Trata-se de uma boa opção para o dia-a-dia e, conforme sugestão do amigo sommelier Ângelo Miranda, deve cair bem com pizza. A minha sugestão é uma Margherita.

A bebida não passa por madeira e tem 12% de álcool.

Classificação: Ótimo custo-benefício
Preço médio de mercado: R$ 25

Pequenas Partilhas Cabernet Franc – 2008

Já havia comentado sobre este mesmo vinho aqui no blog e tive mais ou menos as mesmas impressões nesta segunda prova.

Produzido 100% com a variedade Cabernet Franc, normalmente usada em vinhos de corte (com mais de um tipo de uva), este é um rótulo de alta qualidade da vinícola Aurora, que não passa por madeira.

Trata-se de uma bebida jovem, de coloração rubi, com aromas que envolvem compotas, baunilha e pimentão. Tem médio corpo e mostra na boca os mesmos sabores percebidos pelo nariz, acrescentado-se agradáveis notas de café. Os taninos são macios e a persistência bem larga. A graduação alcoólica é de 13%.

Classificação: Muito Bom/Excelente
Preço médio de mercado: R$ 35

Aurora Reserva Cabernet Sauvignon – 2008

Este vinho, feito 100% com a variedade Cabernet Sauvignon, passou por estágio em carvalho francês e americano por cerca de 10 meses, com estabilização na garrafa por um período equivalente, antes de seguir para o mercado.

Sua cor é rubi, com nuances violáceas. Os aromas mostram frutas vermelhas maduras, com chocolate e baunilha. Tem bom corpo, taninos de boa qualidade e boa maciez. É um vinho redondo, sem exageros, muito agradável de tomar. Também tem boa persistência na boca.

A graduação alcoólica é de 12,5%.

Classificação: Muito Bom
Preço médio de mercado: R$ 25

Gostaria de parabenizar a Aurora por prezar pela elaboração de vinhos com um teor alcoólico mais baixo e sem apelação do frutado em exagero. Todos os rótulos provados são bem estruturados e muito bem feitos. Recomendo!

1 comentário

Fernando disse...

Os espumantes da Aurora tem bom custo x beneficio. Gosto do Pinot Noir e do Chardonnay. O moscatel da Aurora agrada mais a minha namorada que o Salton (que acho q tem a melhor linha nacional).
Os tintos, não me descem. Mas não provei nenhum pequenas partilhas.

Abs.
Fernando