quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Amantes do vinho fecham o ano com chave de ouro no Recife

Na última terça-feira, um grupo de amigos sommeliers e enófilos reuniu-se no Tout Bistrot, no Recife, para uma confraternização de final de ano.

Como não poderia deixar de ser, bons vinhos regaram o agradável encontro, acompanhados do novo menu da casa, elaborado pela chef Sofia Mota.

Cada participante levou o seu próprio vinho, resultando numa fantástica seleção.

Confira os rótulos degustados:

Loma Larga Sauvignon Blanc – 2009

Elaborado com uvas Sauvignon Blanc do Vale de Casablanca, no Chile, este branco tem ótima reputação entre os críticos. Sua cor é amarelo ouro e no nariz aparecem frutas tropicais, como a manga, e leves notas herbáceas.

Na boca, revela boa acidez e aparecem outras características como abacaxi e lichia. Tem médio corpo e deve acompanhar bem pratos de frutos do mar mais “pesados”, como moquecas e ensopados.

Classificação: Muito Bom.
Onde encontrar: No Recife, na Dom Vinho.

Las Perdices Pinot Noir – 2008

Já havia provado este vinho em outras duas outras ocasiões e vou repetir as minhas impressões: é um Pinot Noir com características bem diferentes, a começar pela sua cor, um rubi mais escuro.

No nariz, traz frutas vermelhas. No paladar, mostra novamente as frutas, com toques de tabaco e leve madeira. Seu amadurecimento foi de 12 meses em carvalho francês novo. Tem médio corpo e acidez um pouco elevada.

Foi produzido 100% com uvas Pinot Noir da região de Lujan de Cuyo, na Argentina.

Classificação: Bom/Muito Bom.
Onde encontrar: No Recife, na Dom Vinho.

Familia Schroeder Pinot Noir/Malbec – 2003

Este vinho é muitíssimo interessante, principalmente pelo corte da potente uva Malbec com a delicada Pinot Noir. Ele passou por barricas de carvalho por 18 meses e ganhou uma cor rubi com reflexos violeta. Já mostra um leve halo aquoso, sinal de evolução.

Os aromas são complexos, com fruta vermelha madura, menta, notas florais e baunilha. Leva à boca as mesmas sensações agradáveis do nariz, com taninos maduros e redondos, bom corpo e sensação de veludo.

A graduação é de 14,5%, mas não percebe-se tanto álcool. Vale ainda ressaltar a bela e pesada garrafa, com imponente rótulo metálico.

Classificação: Excelente/Excepcional
Onde encontrar: Importado pela KMM

Norton Elegido Lote Azul nº 2 Malbec/Syrah – 2007

Um vinho exclusivo que é vendido apenas na loja da vinícola argentina Norton, em Lujan de Cuyo, Mendoza. Trata-se de um corte das uvas Malbec e Syrah que apresenta cor rubi e aromas de frutas vermelhas maduras, como a ameixa, e ainda eucalipto.

Na boca é bastante macio, com taninos redondos, bom corpo e boa persistência.

Classificação: Muito Bom
Onde encontrar: Apenas na Bodega Norton, em Mendoza, Argentina

Septima Gran Reserva – 2006

Este excelente vinho vem também da Argentina. É produzido pela bodega Septima, fundada pelos espanhóis da vinícola Cordoníu. Trata-se de uma assemblage das cepas Malbec (55%), Cabernet Sauvignon (33%) e Tannat (11%).

Passou por 12 meses de amadurecimento em carvalho francês e americano.

Sua cor é rubi com tons violeta e os aromas envolvem fruta vermelha madura, eucalipto e chocolate. O álcool “belisca” um pouco o nariz, mas nada que uma boa aerada resolva.

Redondo e macio na boca, demonstra bem as qualidades dos seus taninos. Aparecem novamente as frutas, o eucalipto e o chocolate, além de notas tostadas. Tem ótimo final de boca.

Classificação: Excelente
Onde encontrar: No Recife, no RM Express

Ibéricos Crianza – 2007

Produzido pela vinícola espanhola Miguel Torres, na Rioja, este vinho foi elaborado 100% com a uva Tempranillo, tendo passagem de 12 meses por barricas novas de carvalho.

Sua cor é rubi e mostra lágrimas finas e longas. No nariz, aparecem cereja e pimenta do reino, características que também marcam presença na boca. Na boca, os taninos se impõem, dando uma leve adstringência, que não chega a incomodar. Além das impressões do nariz, surgem também no paladar notas de café.

O teor alcoólico é de 14%.

Classificação: Muito bom
Onde comprar: Pela internet, no site da wine.com.br

Carabantes – 2003

Produzido pela Viña Von Siebenthal, no Vale do Aconcágua, Chile, este super vinho leva em sua composição as uvas Syrah (85%), Cabernet Sauvignon (10%) e Petit Verdot (5%).

Os aromas são bem complexos, com fruta escura, erva-doce, cassis, café e couro, que mudam a cada momento na taça. Na boca, essas mesmas impressões se repetem, arrematadas por um bom corpo e maciez. Um vinho que deixa seu sabor na boca por um longo tempo.

Passou por estágio em carvalho francês e tem 13,5% de graduação alcoólica.

Classificação: Excelente/Excepcional.
Onde encontrar: No Recife, na Dom Vinho.

Casa Venturini Reserva Tannat – 2008

Já havia provado este brasileiro da Casa Venturini e resolvi levar uma garrafa para os amigos provarem e conhecerem a sua forte personalidade.

Elaborado 100% com a uva Tannat, o vinho passou por 18 meses em carvalho. A cor se mostrou granada bem escura, com reflexos violáceos e muitas lágrimas na taça.

Decantou por cerca de duas horas.

No olfato, um “coice”. As notas animais (suor de cavalo) e de estrebaria saltam da taça. Com o passar do tempo também aparecem notas de erva-doce e defumado.

Mesmo com a aeração, o álcool ainda aparece, mas sem incomodar. Tem corpo médio e taninos domados. Deve melhorar com a guarda.

Classificação: Muito bom.

Espumante Moscatel Franco Italiano

Produzido pela vinícola paranaense Franco Italiano, este espumante, elaborado pelo método Asti com a uva Moscato, fechou a noite junto com a bela sobremesa servida no Tout (pastéis de banana com sorvete de canela).

De cor amarelo claro com reflexos esverdeados, a bebida mostra bolhas delicadas em grande quantidade e persistência. Tem bons aromas cítricos e notas de pêssego. É cremoso na boca, com boa sensação de agulha e acidez. Tem doçura na medida certa e final de maçã verde.

Classificação: Muito Bom
Onde encontrar: Vinícola Franco Italiano. Fone: (41) 3621-1211. vinicolafrancoitaliano@yahoo.com.br

Mais um brinde a todos que participaram desta noite tão agradável: Célio, Arthur, Leonardo, Otávio, Ângelo, Fabiana, André, Helton, Gilberto, Paula, Ana, Filipe e seus pais.

E para aqueles que não puderam comparecer, um feliz Natal e um ano novo cheio de bons motivos para brindar.