segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Rueda desponta para o mundo com seus Verdejos

A Denominação de Origem (D.O.) espanhola de Rueda, que vem cada vez mais se destacando no cenário internacional, impulsionou em 2011 as vendas da região de Castilla y Léon, onde está inserida, graças à boa penetração no mercado dos seus vinhos brancos feitos com a uva Verdejo (que, diga-se de passagem, são maravilhosos).

Em conjunto, as vinícolas das nove Denominações de Origem de Castilla y Léon comercializaram mais de 150 milhões de garrafas – 5% a mais que no ano anterior.

“Nem a difícil situação econômica, nem o colapso do consumo impediram que Rueda mantivesse a linha ascendente (na última década triplicou as vendas)”, aponta matéria do jornal espanhol El Mundo.

Na análise feita para entender o aumento da vendas de Verdejo, considerou-se o aumento do consumo de vinho branco, o preço acessível e a alta qualidade do produto, assim como o esforço dos produtores em levar seus rótulos para o mercado estrangeiro.

Segundo o Observatório Espanhol do Mercado de Vinho, do começo de 2011 até o mês de setembro passado, a Espanha havia aumentado em 24,9% o volume de vinhos exportados, enquanto que os outros dez principais exportadores mundiais apresentaram um crescimento médio de 2%.

Os vinhos feitos com a uva Verdejo são aromáticos, macios e normalmente encorpados.