quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Tormentas Premium 2007: um dos vinhos mais intrigantes que já tomei (e gostei)

Remexendo aqui as minhas anotações, vi que ainda não tinha comentado sobre este interessante rótulo do produtor brasileiro Marco Danielle, que faz vinhos autorais, de garagem. Tive a oportunidade de prová-lo ano passado, em Bento Gonçalves, num encontro com os proprietários do SPA do Vinho, Ademir e Deborah Dadalt.

Vale salientar que o vinho foi decantado por volta de seis horas antes de ser apreciado, seguindo a recomendação do próprio produtor (acho que faz um grande diferencial, pois andei olhando as opiniões a respeito deste vinho e muitos o criticaram).

A degustação foi na bela adega do SPA, com um grupo de participantes do Projeto Imagem, promovido pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin).

Confira minhas impressões:

Produtor: Marco Danielle.
Origem: Encruzilhada do Sul, Brasil.
Visual: Cor rubi brilhante, lágrimas finas.
Olfato: Algo que lembra creme dental. Notas animais bem presentes - principalmente de estrebaria.
Paladar: Amendoim cozido. Fruta aparece no final. Taninos vivos, de boa qualidade. Corpo médio.
Outras considerações: Pode não agradar aos que preferem um vinho mais redondo, frutado. Foi elaborado com a uva Merlot, sem filtragem, colagem, nem adição de Dióxido de Enxofre. Fermentado com leveduras selvagens. Vale ressaltar a bela imagem estampada no rótulo, que mostra a filha de Marco Danielle, Fulvia. A graduação alcoólica é de 12,6%.

Classificação: Muito Bom.
Faixa de preço: R$ 160.