quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Mais de 60 mil litros de Brunello de Montalcino vão pelo ralo na Itália


Vândalos invadiram a propriedade Casse Basse, na Toscana, Itália, onde abriram as torneiras de dez barris onde repousava por seis anos o desejado vinho Brunello de Montalcino do produtor Gianfranco Soldera (foto).

O crime aconteceu na noite de domingo passado, com 62.600 litros da bebida literalmente jogados no ralo.

A ação só foi descoberta na segunda pela manhã, quando os funcionários da vinícola chegaram para trabalhar.

"Nunca recebi nenhuma ameaça. Não tenho nenhuma ideia de por que isso aconteceu ou quem pode ter feito isso", disse Gianfranco Soldera, de 75 anos, à Agência Reuters.

O prejuízo, segundo o jornal La Stampa, está estimado no minímo em seis milhões de euros. O Brunello de Soldera é considerado um dos melhores com esta Denominação.