domingo, 3 de março de 2013

#almoço 118: uma bela oportunidade para conhecer os vinhos Vadio


Participei, na última quinta-feira, de um delicioso almoço oferecido pelo blog Número 118 no restaurante Ferreiro Premium, no Recife, com a participação do enólogo português Luís Patrão, que apresentou os vinhos de seu projeto autoral , o Vadio, produzido na região da Bairrada.


O almoço harmonizado foi escolhido pela própria blogueira Amanda Dias, que apesar de jovem, já tem uma certa experiência na área - ela é filha do importador de vinhos e restauranter Licínio Dias e já cursou em Londres as aulas da instituição Wine & Spirit Education Trust (WSET).

Amanda caprichou nos detalhes, como o “lembrete” para os convidados tirarem e fotos do evento e publicarem nas redes sócias usando a hashtag  #almoço118 – o que foi seguido à risca. 

Para a entrada, foi servido o espumante Vadio 2009, acompanhando o tradicional bolinho de bacalhau da casa e ostras gratinadas.

ESPUMANTE VADIO 2009

Produtor: Vadio
Origem: Bairrada, Portugal
Visual: Cor amarelo palha com reflexos dourados. Bolhas finas e persistentes.
Olfato: Levemente cítrico, com notas florais e de panificação.
Paladar: Elegante, com ótima acidez. Um pequeno amargor final, mas que não atrapalha o conjunto. Toque de brioche originado do contato com as leveduras.
Outras considerações: Elaborado pelo método tradicional. Foram utilizadas na sua produção as castas Bical e Cercial.

Classificação: Muito Bom/Excelente.
Faixa de preço: R$ 200

Em seguida, Luís Patrão mostrou a versão branca do Vadio, que veio acompanhada de um camarão com cuscuz tropical envolvido com molho de manga.

VADIO BRANCO 2011

Produtor: Vadio
Origem: Bairrada, Portugal
Visual: Amarelo palha com traços dourados.
Olfato: Frutas brancas e cítricas, notas minerais e delicada madeira.
Paladar: Ótima acidez, bom corpo. Repete as impressões sentidas no nariz. Final persistente.
Outras considerações: Elaborado com Cercial de vinhas velhas e Bical. Nesta safra de 2011, pequena parte do vinho teve uma ligeira passagem por madeira já usada.

Classificação: Excelente.
Faixa de preço: R$ 55

Em seguida, tivemos o privilégio de provar a safra 2005 do Vadio Tinto – o primeiro da linha a ser elaborado. Ele veio acompanhado de um filet au poivre com risoto de shitake.

VADIO TINTO 2005

Produtor: Vadio
Origem: Bairrada, Portugal
Visual: Rubi brilhante, com leve halo aquoso.
Olfato: Frutas vermelhas maduras, cassis, mentol e baunilha.
Paladar:Bastante equilibrado, trazendo novamente as características sentidas no olfato, junto com um leve toque de coco queimado.
Outras considerações: Elaborado com a casta Baga, o vinho estagiou 18 meses em carvalho francês já usado. Tive a oportunidade de provar anteriormente a safra 2006 deste mesmo vinho e posso afirmar que o 2005 é bem mais elegante e complexo.

Classificação: Muito Bom/Excelente.
Faixa de preço: R$ 70

Para a sobremesa, nos deliciamos com um mix de sorvetes Diletto, que podem ser encontrados do outro lado da rua, na Casa dos Frios.

Parabéns a Amanda Dias, a Luís Patrão e Eduarda Dias pelo belo evento. Vida longa ao Número 118 :)

*Os vinhos podem ser adquiridos na LD Importação (81) Vadio 3125.8080 | vendas@liciniodias.com.br ou na Casa dos Frios.

1 comentário

Amanda Dias disse...

Fabiana,

Muito obrigada pelo post! Adorei. Vamos arcar nosso encontro, né? Beijos