segunda-feira, 29 de julho de 2013

Wanderlei Luxemburgo lança site com proposta de oferecer vinhos até 85% mais baratos

Acha que não entendeu o título deste post? É isso mesmo que você está pensando. O técnico de futebol Wanderlei Luxemburgo (foto) associou-se ao empresário Rafael Zardo para lançar o site Compre Vinhos. A estratégia é oferecer vinhos até 85% mais baratos do que a concorrência. “Queremos democratizar o consumo de vinho no Brasil, cobrando valores mais compatíveis com o mercado internacional”, diz Luxemburgo. “É claro que queremos ganhar dinheiro e ter sucesso com o nosso negócio, mas para isso não trabalhamos com margens exageradas”, completa.

Segundo os sócios, em apenas quatro meses de atividades, o Compre Vinhos já é a maior loja de e-commerce do Sul do Brasil (as vendas estão concentradas 90% nessa região). Porém, o projeto agora é alcançar o restante do Brasil, começando pela região Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste, em especial Recife, cujo mercado de vinhos é visto com um grande potencial para a empresa.

O site oferece frete com um valor fixo (R$ 25) para todo o Brasil, indiferente da quantidade de garrafas adquiridas. São cerca de 400 rótulos no portfólio, incluindo vinhos de produtores brasileiros, como Aurora, Valmarino, Courmayeur, Gran Legado, Pericó e Salton.  Os preços variam de R$ 8,00 a R$ 96 mil (duas garrafas da safra 1909 do Château d'Yquem).

ENÓFILO - A passagem de 340 dias do técnico Vanderlei Luxemburgo pelo Real Madrid, na Espanha, rendeu mais do que a experiência internacional no futebol. Ele voltou ao Brasil apaixonado por vinhos. Tanto que o técnico (com passagens pelo Flamengo, Palmeiras, Corinthians e Atlético-MG, entre outros) se tornou um colecionador. Tem duas mil garrafas na sua casa em São Paulo e duas mil no Rio de Janeiro. Em Porto Alegre acumulou 800 rótulos na sua recente passagem de pouco mais de um ano pelo Grêmio.

1 comentário

Anônimo disse...

Não encontrei nada com 85% de desconto e em muitos rótulos, os valores de tabela são maiores do que encontramos em SP e o preço com desconto que eles colocam são quase iguais aos preços de prateleira das lojas de vinhos.