sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Brasil envia missão aos EUA para conhecer alternativas de envase do suco de uva

O Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) levou 14 empresas nacionais para os estados Norte-Americanos de Michigan, Pensilvânia e Nova Iorque. A missão técnica para conhecer alternativas de envase para suco de uva iniciou no último sábado (24) e segue até amanhã (31), com visitas a empresas e regiões produtoras de uva, vinhos e sucos. O grupo esteve nas cidades de Ann Arbor e Detroit, no estado de Michigan, Erie na Pensilvânia e Penn Yan e Portland em Nova Iorque.

A primeira etapa da viagem incluiu visita à empresa AMCOR, produtora de embalagens em PET rígido no Brasil e exterior. A fabricante utiliza o sistema de envase a quente, que possibilita a produção de garrafas com aparência de vidro e o envase quente dos sucos de uva. Na empresa Welch’s, o grupo conheceu práticas de mercado e de produção, sempre buscando relacionar com as oportunidades para o suco de uva brasileiro no mercado externo.

A segunda etapa focou em visitas a regiões produtoras de uvas, vinhos e sucos do Finger Lakes. Os representantes das empresas e do Ibravin estiveram em três vinícolas da região que fica localizada no estado de Nova Iorque. O objetivo foi buscar conhecimento em sistema de condução, manejo de dossel, novas variedades, blends, mecanização de vinhedo, produção orgânica e as características climáticas e de solo da região. O grupo também conheceu a realidade de viticultores da região de Portland.

O analista de Promoção do Ibravin, Edgar Sinigaglia Jr, relata que missão técnica tem como objetivo aprofundar o conhecimento sobre as embalagens PET e trocar experiências com empresas que já a utilizam. “Visitamos a maior produtora desse tipo de embalagem e conhecemos os processos nas empresas  Welch's e a Campbell's”, detalha.

MERCADO AQUECIDO - A realização da missão técnica para conhecer as inovações que podem ser trazidas para o Brasil ocorre num período de forte expansão do mercado de suco de uva. A comercialização de sucos naturais prontos para o consumo aumentou 43% no primeiro semestre em comparação com o mesmo período de 2012. Esse índice representa um incremento de 9,97 milhões de litros no período. O mercado do suco concentrado também vem registrando expansão ano a ano, sendo que, no mesmo período, o crescimento foi de 17,22%, com a venda de 2,5 milhões de quilos a mais que no ano anterior.

Participam da missão as seguintes empresas: Belesso, Casa Madeira Sucos, Cooperativa São João, Cooperativa Vinícola Garibaldi, Eco Natura Sucos, Família Zanlorenzi, Goes e Venturini, Irmãos Luvison, Sava Equipamentos, Vinhos Campestre, Vinhos e Sucos Panizzon, Vinhos Galiotto, Vinícola Aurora e Vinícola Nova Aliança.