quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Comprando o vinho pelo rótulo: La Posta Cocina Malbec 2010 (#CBE)

Este mês, a responsabilidade de escolher o tema da Confraria Brasileira de Enoblogs (CBE) ficou comigo. Resolvi tentar algo diferente e pensei na seguinte opção: muitas vezes, caímos na tentação de comprar um vinho apenas pelo seu rótulo, ser ter nenhuma referência sobre o produto. Então, propus aos confrades esta missão. Escolher um vinho apenas pela sua “beleza exterior” e depois contar se valeu a pena.

O meu valeu. Tive sorte, pois nem sempre é assim. Confira a descrição do vinho escolhido:

La Posta Cocina Malbec 2010

Tipo: Tinto.
Produtor: La Posta del Viñatero.
Origem: Mendoza, Argentina.
Visual: Cor púrpura, brilhante.
Olfato: Notas terrosas, de ameixa madura e especiarias.
Paladar: Volumoso, porém equilibrado. O sabor mostra taninos adocicados, fruta vermelha madura, chocolate e um leve especiado.
Outras considerações: Este vinho faz parte de um projeto da enóloga Laura Catena (Bodega Catena Zapata). Foi elaborado com uvas Malbec de vinhedos localizados em La consulta, Altamira e Vista Flores, tendo maturado 10 meses em carvalho francês (70%) e americano (30%), sendo 20% novas. Tem 13,5% de álcool.
A compra: O rótulo me seduziu logo de cara. Simples, mas de bom gosto, traz a imagem de um antigo fogão à lenha. O vermelho vivo usado como pano de fundo também foge do lugar comum, fazendo o vinho se destacar entre os outros nas prateleiras.

Classificação: Muito Bom.
Faixa de preço: R$ 50 (Importado pela Vinci. No Recife, na DOC Distribuidora)