quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Destaques do Circuito Brasileiro de Degustação 2013

Fotos: Deborah Ghelman / Divulgação

O Circuito Brasileiro de Degustação, que se encerra hoje(19), em Fortaleza-CE, foi sucesso de público em todas as cidades por onde passou. Participei da etapa Recife, na última semana, realizada no Arcádia Paço Alfândega, onde 17 vinícolas brasileiras mostraram seus produtos.

Durante a degustação, procurei me concentrar nos brancos, espumantes e rosés, uma vez que acho que esses vinhos devem ser melhor trabalhados e divulgados em nosso país de clima tropical. Mas não deixei de provar também alguns tintos, que vêm cada vez surpreendendo por sua qualidade.

Vou ser bem direta e citar os rótulos que mais me impressionaram. Alguns deles vão ser comentados individualmente em posts detalhados mais tarde aqui no blog.


ARACURI

Gosto muito dos vinhos deste produtor, estabelecido em Campos de Cima da Serra, no Rio Grande do Sul. O Pinot Noir deles, por exemplo, é agradável e muito bem feito. Porém, o destaque da minha prova ficou para o:

>> Aracuri Sauvignon Blanc 2012 (branco)

CASA VALDUGA

Vinícola que mantém um bom padrão de qualidade na maioria de seus vinhos, a Casa Valduga trouxe grandes rótulos do portfólio. Dentre eles destaco dois que provei no evento:

>> Identidade Pinot Noir 2012 (tinto)
>> Identidade Gran Corte 2009 (tinto)

GARIBALDI

A cooperativa vinícola de Garibaldi, RS, além de vinhos também trouxe sucos. Neste estande, só provei espumantes e brancos, dos quais destaco:

>> Giuseppe Garibaldi Brut (espumante)
>> Chalet Du Clermont Chardonnay 2012 (branco)

DAL PIZZOL

Bons vinhos e recepção calorosa. Na minha passagem pelo estande da Dal Pizzol, vinícola de Bento Gonçalves, RS, destaco os seguintes rótulos:

>> Dal Pizzol Brut Chamat (espumante)
>> Dal Pizzol Pinot Noir 2012 (tinto)

DOMNO DO BRASIL

Os espumantes da Domno deram show no Circuito. Entre eles, rótulos com boa relação entre preço e qualidade. As indicações são as seguintes:

>> .Nero Blanc de Blancs Brut (espumante)
>> .Nero Rosé Brut (espumante)

DON GUERINO

Além do já clássico espumante brut rosé elaborado com a uva Malbec, a Don Guerino, de Alto Feliz, RS, trouxe boas opções como:

>> Don Guerino Ancellota Gran Reserva 2002 (tinto)
>> Don Guerino Teroldego Reserva 2012 (tinto)

GRAN LEGADO

Na Gran Legado, empresa de Garibaldi, RS, provei apenas brancos, espumantes e rosés. E a minha atenção ficou voltada para um belo espumante rosé elaborado pelo método charmat:

>> Gran Legado Brut Rosé (espumante)

MIOLO

No estande da Miolo, onde a acolhida também foi nota dez, aproveitei para provar algumas novidades. E os destaques ficaram para:

>> Bueno Sauvignon Blanc 2012 (branco)
>> RAR Viognier 2011 (branco)
>> RAR Pinot Noir 2011 (tinto)

PERICÓ

A vinícola catarinense Pericó deu um verdadeiro show nesta degustação, com grandes vinhos. Entre eles:

>> Plume Chardonnay 2012 (branco)
>> Basaltino Pinot Noir 2012 (tinto)

PIZZATO

A acolhida também foi fantástica na Pizzato, onde provei um dos melhores vinhos da feira – o Pizzato DNA 99 - 2008. Confira os destaques:

>> Pizzato Brut Rosé 2012 (espumante)
>> Fausto de Pizzato Verve Gran Reserva 2009 (tinto)
>> Pizzato Merlot Reserva 2010 (tinto)
>> Pizzato DNA 99 2008 (tinto)

QUINTA DA NEVE

Nesta outra representante da Serra Catarinense, o destaque para mim ficou com um vinho branco:

>> Quinta da Neve Chardonnay 2011

AURORA

Por já ser bem “íntima” da produção da Aurora, que tem espumantes de qualidade sempre garantida, provei apenas dois vinhos neste estande. E o mais interessante deles foi o seguinte:

>> Aurora Pinto Bandeira Chardonnay 2011 (branco)

PERINI

A Perini, de Farroupilha, RS, trouxe uma boa variedade de rótulos para o Circuito, entre os quais destaco:

>> Perini Fração Única Chardonnay 2011 (branco)
>> Perini Qu4tro 2009 (tinto)
>> Perini Macaw Moscato (branco)

SALTON

Também por já conhecer bem os rótulos da Salton, de Bento Gonçalves, RS, fiz poucas provas no estande deles. Duas boas pedidas para o clima de calor são:

>> Salton Brut Évidence (espumante)
>> Salton Intenso Viognier e Sauvignon Blanc 2012 (branco)

RIO SOL

A única representante do Vale do São Francisco trouxe para o evento um bom espumante, o qual eu já tinha tomado há algum tempo, mas ainda não tinha falado sobre ele por aqui:

>> Rio Sol Allure Brut (espumante)

LIDIO CARRARO

Em minha opinião, uma das melhores vinícolas brasileiras trouxe uma boa variedade de rótulos para o evento. Entre eles, a linha Faces – vinhos licenciados oficiais da Copa do Mundo FIFA 2014. Confira os destaques provados:

>> Dádivas Brut (espumante)
>> Faces Branco FIFA World Cup 2012 (branco)
>> Grande Vindima Tannat 2008 (tinto)

Parabéns ao Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) pela iniciativa e até a próxima!