quinta-feira, 24 de julho de 2014

Detentos italianos produzem vinho para projeto de Frescobaldi e Andrea Bocelli

Localizada na ilha de Gorgona na região da Toscana, na Itália, a prisão de Gorgona abriga 69 presos. A maioria deles cumpre penas longas, mas foram transferidos para a prisão por bom comportamento. Lá, os prisioneiros podem sair para trabalhar das 6h às 20h.


Embora muitos deles estejam envolvidos em atividades de pecuária, a diretoria da prisão assinou um acordo com a tradicional vinícola Marchesi di Frescobaldi, que elabora vinhos há 30 gerações, para ensinar o processo de vinificação aos presos.

No ano passado, a empresa lançou o "Gorgona 2013", vinho branco feito pelos detentos, elaborado com as variedades Vermentino e Ansonica. Um detalhe interessante é que o tenor italiano Andrea Bocelli é parceiro do projeto.


"Este projeto, que tomei a decisão de apoiar a pedido de Lamberto Frescobaldi, entrelaça duas das minhas paixões; a vinha é claro, mas também o arquipélago toscano, um verdadeiro paraíso na terra", declarou Bocelli.

A colheita só permitiu a produção de 2.500 garrafas, que já são um sucesso no mercado. O vinho está sendo vendido nos Estados Unidos por 90 dólares. Também foram feitas 200 garrafas Magnum (1,5l), todas numeradas individualmente.