quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Mais um Secreto de Viu Manent

Esse é um daqueles vinhos que atraem logo pelo rótulo (a ilustração é feita pela artista chilena Catalina Abbott). A linha completa conta com seis vinhos varietais, sendo o Syrah meu preferido entre os já provados. Dia desses aproveitei uma promoção e resolvi experimentar novamente o Carmenère. Como nunca comentei sobre ele aqui no blog, aí vai a minha avaliação:


Secreto de Viu Manent Carmenère 2010

Tipo: Tinto.
Produtor: Viu Manent.
Origem: Vale de Colchagua, Chile.
Visual: Cor violeta profunda.
Olfato: Frutas negras, floral, groselha, erva doce e eucalipto.
Paladar: Médio corpo, com taninos bem aparentes - porém não agressivos. O sabor é semelhante às características do nariz e ainda traz notas tostadas e de café. Faltou um pouco de persistência no gosto.
Outras considerações: Elaborado com 85% de Carménère e 15% de uma variedade secreta (daí o nome do vinho). A fermentação alcoólica ocorreu com o uso de leveduras nativas. Parte (80%) do vinho amadureceu seis meses em barricas de carvalho francês e americano. Tem 14,2% de graduação alcoólica. Um vinho jovem, que pode melhorar com mais um ou dois aninhos de guarda.

Classificação: Bom.
Média de preço: R$ 65.