sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Tempranillo de Castilla y Leon com a assinatura Marqués de Riscal

Quem acompanha as minhas postagens nas redes sociais, percebe que vez por outra abro um vinho do produtor espanhol Marqués de Riscal. Ainda não provei um vinho desta bogeda que não me tivesse me agradado. Tradicionais produtores da região da Rioja, eles também elaboram brancos na região de Rueda e um tinto no território de Castilla y Leon. É sobre este último vinho que vou falar aqui, lembrando que já comentei no blog sobre a safra de 2006 do mesmo rótulo. Confira a avaliação:


Riscal 1860 Tempranillo 2010

Tipo: Tinto.
Produtor: Marqués de Riscal.
Origem: Castilla y Leon, Espanha.
Visual: Cor violeta brilhante, de média intensidade.
Olfato: Frutas vermelhas silvestres (morango, framboesa), canela, baunilha e orégano.
Paladar: Corpo leve e taninos ainda jovens - sinal de que o vinho deve melhorar com a guarda. O sabor traz as mesmas sensações sentidas no nariz. Final prolongado.
Outras considerações: Elaborado com uvas Tempranillo, tem em sua composição uma pequena quantidade das variedades Merlot e Syrah. O amadurecimento é de seis meses em carvalho americano. Tem 13,5% de álcool.

Classificação: Bom (vai evoluir com a guarda)
Média de preço: R$ 60 [comprado no Duty free shop por cerca de 16 dólares]