segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Vinícolas amargam prejuízos com terremoto na Califórnia

O terremoto que abalou ontem (24) as regiões vinícolas de Napa Valley e Sonoma, situadas no Estado americano da Califórnia, trouxe grandes prejuízos para as bodegas instaladas na região. O tremor aconteceu num péssimo momento para os produtores, justamente no início da colheita da safra deste ano.


Segundo a Agência Associated Press (AP), uma das vinícolas atingidas foi a B.R. Cohn, que perdeu quase 50% do seu vinho. Na Dahl Vineyards, um barril de vinho Pinot Noir estimado em cerca de US$ 16 mil foi perdido e vários outros estavam em perigo de cair. Em Oakville, também de acordo com a AP, a Silver Oak confirma que perdeu "algumas centenas de garrafas".


Já a vinícola Hess perdeu dois tanques e cerca de 15 mil caixas de vinhos.

Ainda não foram registrados danos na infraestrutura das vinícolas, mas os representantes do setor já falam num prejuízo de aproximadamente US$ 13 bilhões.


A Califórnia declarou estado de emergência por conta deste terremoto, que foi o maior dos últimos 25 anos, com magnitude de 6.0. Cerca de cem pessoas ficaram feridas, mas não houve nenhuma morte.