segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Champagne Moët & Chandon Grand Vintage 2004 (#CBE)

A última postagem do ano para a Confraria Brasileira de Enoblogs (#CBE) veio com um tema delicioso, proposto pelo confrade Gustavo Kauffman (blog Enoleigos): “um espumante feito pelo método tradicional".

Já que era para fechar com chave de ouro, decidi abrir esta preciosidade que tinha guardada na adega, trazida diretamente da Maison Moët & Chandon, localizada em Champagne, França.


Confira as minhas impressões:

Tipo: Espumante
Produtor: Moët & Chandon.
Origem: Champagne (Epernay), França.
Visual: Perlage irretocável, com duradoura coroa de espuma, bolhas finas, numerosas e persistentes. Cor amarelo palha com traços dourados.
Olfato: Mescla notas frutadas, como pera e melão, com características provenientes de leveduras. Lembrou bastante o aroma de brioche com frutas cristalizadas.
Paladar: Boa sensação de “agulha” causada pelas borbulhas. Acidez de média a mais. O sabor traz de volta as impressões do nariz e ainda um leve toque cítrico. Final longo e elegante.
Outras considerações: Os champagnes Moët & Chandon só estampam a safra no rótulo quando a colheita daquele ano foi considerada excepcional. E 2004 foi considerado um desses anos. Elaborada com as variedades Chardonnay (38%), Pinot Noir (33%) e Pinot Meunier (29%), tem 12,5% de álcool.

Classificação: Excelente/Excepcional.
Preço: 47 euros (loja da Moët & Chandon, em Champagne).