quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Para Francisco agora é sommelier

Durante uma visita ao Vaticano, o presidente da Associação Italiana de Sommeliers, Franco Maria Ricci, junto com mais 180 produtores de vinhos, sommeliers e críticos de vinho, concederam na semana passada ao Papa Francisco um diploma honorário de sommelier.


A ideia da homenagem surgiu pelo fato do Papa ser um entusiasta do vinho, sempre fazendo declarações positivas acerca da bebida.Ele chegou a declarar em um evento que "sem vinho, não há festa". Francisco afirmou que bebe um pouco de vinho italiano e de outros países. "Mas só um pouco", frisou. O avô do Papa Francisco era enólogo, de origem piemontesa.

O Papa ainda ganhou da delegação uma caixa de madeira com dois vinhos tintos e um tastevin, recipiente de prata utilizado antigamente para se degustar e avaliar vinhos.

REFERÊNCIAS - Na Bíblia, existem 224 citações sobre a bebida e o primeiro milagre de Jesus foi transformar água em vinho. Portanto, não é novidade os cristãos apreciarem o vinho, mesmo aqueles mais "fervorosos". O segredo está apenas na moderação.