quarta-feira, 8 de abril de 2015

Portugueses criam vinho em copo para ser consumido em qualquer lugar


Que tal tomar vinho na praia, em um piquenique ou num show ao ar livre sem precisar de saca-rolhas, taças e ainda transportar garrafas? Pensando nessa comodidade, os portugueses José Maria Alves, Pedro Ramalho e Carlos Leitão criaram o Split Wine, um vinho comercializado em um copo reciclável, com conteúdo de 187ml. 

A bebida é elaborada em Portugal, nas regiões de Lisboa, Douro e Península de Setúbal e está disponível nas seguintes versões:

CABERNET SAUVIGNON – Produzido na Península de Setúbal pela Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões, pelo enólogo Jaime Quendera, com uvas Cabernet Sauvignon.

CHARDONNAY – Feito com uvas Chardonnay, na região de Lisboa, pelo enólogo Álvaro vanZeller.

ROSÉ – Elaborado na região de Lisboa com as uvas Touriga Nacional Aragonês e Castelão, , pelo enólogo Álvaro vanZeller.

BRANCO BLEND – Elaborado na Península de Setúbal pela Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões, pelo enólogo Jaime Quendera, com uvas Fernão Pires, Arinto e Moscatel.

TINTO DO DOURO – Feito no Douro pelo enólogo Álvaro vanZeller com uvas Touriga Nacional.


Em relação à conservação e qualidade do produto, o empresário Carlos Leitão explica que o maior segredo desta tecnologia é que ela permite que o recipiente seja enchido numa atmosfera inerte, garantindo baixos níveis de oxigênio no copo. “Possibilitando, dessa forma, que o vinho se conserve em boas condições por um período considerável de tempo”, observa ele.

O Split Wine vem sendo comercializado desde o ano passado e já conquistou os mercados dos Estados Unidos, China, Países Nórdicos, Polônia e Países Bálticos. Em apenas três meses, a empresa faturou 25 mil euros. Por enquanto, ainda não está à venda no Brasil.

Saiba mais: www.splitwine.com.