quarta-feira, 24 de abril de 2013

Champagne Mumm

Champagne foi o ponto de partida para o tour vinícola que fiz neste mês de abril à França. E a primeira cidade a ser visitada foi Reims, bem no coração daquela área de denominação de origem controlada. A maison escolhida para iniciar o passeio foi a tradicional Mumm, fundada em 1827.

Sua garrafa é conhecida mundialmente pelo cordon rouge - laço de seda vermelho que é símbolo de uma das maiores honrarias da França, concedida a militares e civis importantes no período de Napoleão Bonaparte. Também é o champagne oficial da Fórmula 1 – aquele que é estourado no pódio pelos pilotos vencedores da corrida.

Pois bem, atualmente a Mumm produz oito milhões de garrafas, das quais 60% são exportadas. Suas caves têm capacidade para armazenar 25 milhões de garrafas. São impressionantes 25 quilômetros de adega subterrânea, com 14 metros de profundidade, onde a temperatura natural é de 10°C.

Eles possuem 218 hectares de vinhedos, onde a colheita é toda feita manualmente. Até 1955, a fermentação alcoólica do seu champagne era feita em barricas de carvalho. Atualmente, é feita em tanques de inox.

Confira a avaliação do produto mais querido da maison:

Mumm Cordon Rouge Brut

Produtor: Mumm.
Origem: Champagne, França.
Visual: De cor amarelo dourado, esbanja finas borbulhas na taça.
Olfato: frutado e delicado, com notas de panificação e frutas cristalizadas.
Paladar: Traz notas amendoadas e de frutas brancas, com boa acidez e cremosidade. 
Outras considerações: Uma bebida finíssima, elaborada, feita com 45% de Pinot Noir, 30% de Chardonnay e 25% de Pinot Meunier. Este champagne significa 90% da produção da casa.

Classificação: Excelente.