domingo, 1 de janeiro de 2012

Acquasantiera Lorena Ativa - 2011

Para abrir os trabalhos de 2012, a minha primeira postagem do ano é sobre um vinho bem diferente que vem sendo elaborado no Brasil. Foi também o rótulo que escolhi para comentar na edição de janeiro da Confraria Brasileira de Enoblogs (CBE), que este mês teve o tema sugerido pelo confrade Deco Rossi: um vinho branco do Novo Mundo, exceto Chardonnay e Sauvignon Blanc, sem limite de preço.

Então vamos lá:

Produtor: Cooperativa Vinícola Garibaldi.
Origem: Garibaldi, Rio Grande do Sul, Brasil.
Visual: Cor amarelo dourado.
Olfato: Notas cítricas, lembrando lima, e caráter floral.
Paladar: Traz de volta as características sentidas no olfato. Tem bom volume de boca e boa persistência.
Outras considerações: Elaborado com a variedade BRS Lorena, com maceração semelhante aos vinhos tintos e utilização de fermento autóctone da Embrapa. Os produtores afirmam que esta uva branca tem quatro vezes mais polifenóis, igualando-se a algumas cepas tintas. Sua graduação alcoólica é de 11,5%. O vinho é baratinho, na casa dos R$ 12.

Classificação: Regular/Bom.