sexta-feira, 27 de junho de 2014

Jogador suíço quis comemorar vitória com vinho e treinador não deixou


Feliz da vida por marcar os três gols da partida contra Honduras, anteontem, em Manaus, o meia-atacante da seleção Suiça de futebol, Xherdan Shaqiri, disse que gostaria de comemorar tomando um vinho, mas que antes tinha que consultar o técnico Ottmar Hitzfeld.

Hitzfeld, que estava sentado bem ao lado do jogador no momento da declaração, lembrou sobre a longa jornada de volta até Porto Seguro, na Bahia, onde a seleção suíça está hospedada, e a necessidade de reposição das energias perdidas no calor da capital amazonense. Taxativo, ele afirmou: “precisamos compensar a perda de líquido, mas não deve ser com álcool".

E você, pensa que o treinador está certo ou acha muita rigidez ele não permitir que os jogadores desfrutem pelo menos de uma taça de vinho após uma merecida vitória? Eu fico com a segunda alternativa, lembrando as já comprovadas propriedades medicinais e terapêuticas do vinho.

Saúde a Shaqiri!

Com informações da ESPN

1 comentário

Anônimo disse...

Acho que o treinador agiu corretamente. As propriedades terapêuticas e medicinais do vinho são apenas especulações. Por outro lado, o prejuizo causado pelo álcool já é bem confirmado.

Saudações,

Alexander