segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Os australianos top de John Duval

Quando se fala de vinhos australianos de qualidade superior, é fácil lembrar de John Duval. Reconhecido como um dos melhores enólogos do mundo, ele vem de uma família de vinicultores e foi por muitos anos o enólogo-chefe da renomada vinícola Penfolds. Já levou o prêmio International Winemaker of the Year (IWC) em 1989 e duas vezes o título de Red Winemaker of the Year (IWC), em 1991 e 2000.


Em 2003, resolveu criar o seu próprio projeto, utilizando o terroir de Barossa Valley. Ele criou quatro grandes vinhos com técnicas artesanais, os quais eu pude provar três, na última edição do Cantu Day, feira promovida pela importadora Cantu no Recife. Além disso, também possui projetos no Chile, junto com a Viña Ventisquero, e em Washington, nos Estados Unidos.

Confira as avaliações dos vinhos australianos com a sua assinatura:

John Duval Plexus Branco 2012

Branco elaborado com as variedades Marsanne, Rousanne e Viognier cultivadas na região de Barossa Valley. Exibe uma coloração amarelo palha com tons esverdeados e aromas que remetem a frutas brancas, como melão, além de pêssego e maracujá. Também pude encontrar no olfato notas florais e um discreto mineral. Possui médio corpo, boa estrutura e acidez presente. Paladar muito envolvente, com final prolongado e equilibrado. O sabor remete às sensações do nariz. Tem 13,5% de álcool.

Classificação: Excelente.
Média de preço: R$ 380

John Duval Entity Shiraz 2010

Produzido com uvas Shiraz dos terroirs de Krondorf, Tanunda, Light Pass e Eden Valley, na região de Barossa, é um vinho de cor rubi profunda e ricos aromas de fruta em compota, laranja, floral e especiarias. No paladar mostra-se encorpado, com taninos elegantes e macios, além de bastante persistência no sabor. Voltam as frutas maduras, principalmente amora, acompanhadas das especiarias e de um elegante toque o carvalho francês, onde o vinho estagiou por 18 meses. A graduação alcoólica é de 14,5%.

Classificação: Excelente.
Média de preço: R$ 420

John Duval Plexus Tinto 2010

As uvas Shiraz, Grenache e Mouvedre, características do sul da França, compõem o corte deste belíssimo tinto, que estagia em carvalho francês por 18 meses. O aroma é complexo, trazendo notas florais, de casca de laranja, frutas vermelhas e negras em compota e especiarias. Paladar encorpado, porém com taninos bem macios. Um vinho muito equilibrado e saboroso, que repete a fruta e as especiarias sentidas no nariz e ainda oferece delicadas notas de café e chocolate no paladar. Bem estruturado e com final longo, é realmente um dos melhores australianos que já pude provar. Tem ótimo potencial de envelhecimento. Seu teor alcoólico é de 14,5%.

Classificação: Excelente/Excepcional.
Média de preço: R$ 580

* Os vinhos de John Duval são importados pela Cantu.