terça-feira, 1 de setembro de 2015

Degustando azeites com a especialista da Herdade do Esporão


Ontem à noite, participei de mais uma edição do Winebar, degustação virtual entre blogueiros transmitida através de um canal do Youtube. Desta vez, o assunto não foi vinhos, mas sim azeites. Quem esteve conosco foi a especialista Ana Carrilho (na foto, com o apresentador Daniel Perches), responsável pela elaboração dos excelentes azeites portugueses da Herdade do Esporão, importados pela Qualimpor.

Na ocasião, foram degustados três azeites, dos quais pude provar dois. Antes de falar sobre eles, gostaria de contar algumas curiosidades que aprendi durante o bate-papo. Uma delas foi que o grau de acidez não é um indicativo de qualidade do produto. O que acontece é que o azeite virgem pode ter até dois graus de acidez e permite um ligeiro defeito na prova. Defeitos podem surgir na garrafa ou no processo de produção e o mais comum deles é o ranço. Já o extra virgem deve ter, no máximo, até 0,8 graus de acidez. Este não permite nenhum defeito.

A cor, segundo Ana, também não conta na hora da avaliação, mas sim as impressões olfativas e gustativas. Para degustar um azeite, a melhor opção é colocá-lo em um copo tampado, onde ele possa ser aquecido com uma das mãos. Assim, ao destampá-lo, ele vai liberar mais aromas e mostrar melhor as suas características.

“O azeite quanto mais jovem, melhor”, explica ela, lembrando que alguns produtos resistem bem na garrafa. Quanto à conservação, a dica é deixar as garrafinhas em locais frescos e secos.



Confira as impressões sobre os dois azeites que provei:

Azeite Esporão Virgem Extra

Elaborado com as variedades de azeitona Galega, Cordovil, Verdeal e Cobrançosa, é extraído a frio. Sua cor mostra-se amarelo dourada e o agradável aroma remete a ervas e banana madura. Paladar fresco, com as mesmas impressões do nariz e uma sensação picante no final. Tem 0,3 de acidez.

Classificação: Muito Bom
Média de preço: R$ 30

Azeite Esporão Selecção

Este é produzido a partir das quatro variedades de azeitonas: Galega, Cobrançosa, Frantoio e Picual. Extraído a frio, é engarrafado sem filtração e tem 0,2 de acidez. Sua cor mostra-se amarelo dourada e no nariz traz notas de manjericão e tomate. Paladar picante, um pouco mais amargo que o anterior, porém com boa fruta e ótima persistência.

Classificação: Excelente
Média de preço: R$ 54