segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Vinakoper Refošk 2015 (#CBE)

O primeiro post de 2017 chega com um tema bem interessante proposto pelo confrade Victor Beltrami (Balaio do Victor) para a nossa Confraria Brasileira de Enoblogs - onde comentamos a cada início de mês um vinho seguindo as características propostas por um dos participantes do grupo. Para o primeiro post do ano, ele sugeriu o seguinte: “um vinho de um país que nunca provamos, branco ou tinto, e se possível propormos uma harmonização”.

Como o mês de dezembro foi muito corrido, resolvi buscar um vinho que havia provado em 2016 e não tinha comentado ainda no blog. Este exemplar foi um dos que mais me surpreenderam numa degustação de vinhos da Eslovênia, promovida no Recife pelo consulado daquele país. Confira:


Tipo: Tinto.
Produtor: Vinakoper.
Origem: Ístria Eslovena, Eslovênia.
Características: Este vinho é elaborado 100% com a variedade Refosco, muito conhecida na Itália, mas como ressaltou o importador Mihael Margon, é originária da Eslovênia, onde tem Denominação de Origem Protegida.  A bebida ficou em contato por 14 dias com as suas cascas e maturou parcialmente em grandes tonéis de madeira e em tanques de aço inox. Segundo Margon, é um vinho para ser consumido até dois anos após a sua produção. Uma de suas características é a acidez elevada.

De cor rubi profunda com tons violáceos, o vinho mostrou no aroma interessantes aromas de frutas negras, café, caramelo e bala de morango. Na boca surgem taninos macios e acidez bem presente. O corpo é médio e os sabores ressaltam especiarias e trazem novamente as frutas negras. Final de médio a prolongado. O teor alcoólico é moderado (12,5%). Vai bem com pratos gordurosos e carnes grelhadas.

Classificação: Muito Bom/Excelente (Importado pela Lonmar – lonmarkoper@yahoo.com).