terça-feira, 14 de julho de 2015

A excelência chilena da Viña Montes

A importadora Mistral promoveu ontem no Recife uma degustação de alguns rótulos da vinícola chilena Viña Montes. O evento aconteceu no Barchef do shopping RioMar e contou com a presença da diretora de exportação da marca para a América Latina, Sonia Montanares (foto).


Antes de apresentar os vinhos, ela falou um pouco sobre a história da bodega, que foi fundada em 1987 por Aurelio Montes e Douglas Murray. Profissionais altamente experientes na área, eles resolveram criar uma vinícola para elaborar vinhos com qualidade muito superior aos produzidos no Chile naquela época.

Em 1988, Alfredo Vidaurre e Pedro Grand se juntaram ao projeto, nascendo assim a Montes. Com o primeiro Montes Alpha Cabernet Sauvignon, a marca rapidamente ganhou o respeito dos consumidores e conquistou os mercados internacionais. Hoje, a Viña Montes está presente em mais de cem países no mundo.

Para Aurelio Montes, 80% de um bom vinho vêm dos vinhedos e apenas 20% vêm da adega. A marca conta com 70% de vinhedos próprios em diferentes vales do Chile, onde praticam, segundo o próprio Aurelio, um processo de vinicultura “quase obsessivo”, procurando manter precisão em todos os processos, principalmente no da colheita, onde se obedece ao momento correto da maturação.

A Viña Montes também foi uma das primeiras vinícolas chilenas a obter a Certificação do Código Nacional de Sustentabilidade da Indústria, com suas ações de manejo integrado, manutenção da cobertura vegetal natural, otimização do uso da água, compostagem e uso de animais para controle de pragas, entre outras.


O portfolio da marca conta hoje com o super ícone Taita; os ícones Montes Alpha M, Montes Folly e Purple Angel; a linha premium Montes Alpha; os Selección Limitada; a Classic Series e os vinhos especiais, como Montes Cherub, Montes Late Harvest, Monte Twins, o espumante Montes e os rótulos Outer Limits. A produção atual é de 700 mil caixas de vinho por ano.

A Viña Montes também conta com projetos na Argentina (Kaiken Premium Wines) e nos EUA (Napa Angel e Star Angel).

Entre os vinhos que mais me agradaram na degustação estão o Outer Limits GCM, o Montes Alpha Malbec, o Montes Alpha Syrah e o Montes Alpha M, sobre os quais comentarei nos próximos posts.